28/04/2018

PINHEL

FOTOGRAFIAS DE OBRA
Alpendre agrícola para quinta em Pinhel

Arquitectura: Luisa Bebiano, Pedro Canotilho e Mário Carvalhal
Colaboração: Ivo Lapa, Diogo Rodrigues



Fotografias de João Miranda com correcção de cor de Luisa Bebiano

19/04/2018

CASA DA DEMOCRACIA

CASA DA DEMOCRACIA: ENTRE ESPAÇO E PODER
FOTOGRAFIAS DE IVO TAVARES
Casa da Arquitectura, Matosinhos
De 17 de Fevereiro a 15 de Março de 2018

Curadoria: Susana Ventura
Fotografias: Paulo Catrica
Projecto expositivo: Luísa Bebiano
Design Gráfico: Pedro Nora
Fotografias da exposição: Ivo Tavares









A atual Assembleia da República, assento do Parlamento Português, foi cenário e palco de importantes movimentos sociais e regimes políticos que determinaram o nosso destino histórico: a Revolução Liberal de 1820, que dois anos depois deu origem à primeira Constituição Portuguesa; a abolição da Monarquia e consequente implantação da República em 1910; a ditadura do Estado Novo e o seu fim, após a Revolução de 25 de abril de 1974, com a desejada restauração da Democracia.

A história que o edifício acumula é igualmente inseparável da história da arquitetura portuguesa, remontando ao final do século XVI, aquando da fundação do Mosteiro de São Bento da Saúde, desenhado pelo Arquiteto Balthazar Álvares e considerado um dos mais relevantes exemplos do estilo chão devido à sua monumentalidade e marca territorial, o que terá, certamente, potenciado a sua posterior adaptação a Palácio das Cortes.

As histórias entrecruzam-se ao longo dos séculos, estimulando uma compreensão que não deve ater-se à sucessão dos acontecimentos para procurar pensar o próprio sentido do que é o espaço político no nosso presente. O sistema político condicionou, por diversas vezes, a arquitetura do edifício (incluindo a coreografia dos corpos e a iconografia) e do pedaço de cidade onde se insere, enquanto a arquitetura, por sua vez, contribuiu para a criação e afirmação de um centro de poder ou da cidade enquanto espaço de liberdade.

A peça que ocupa o espaço central da galeria, desenhada por Luísa Bebiano, é um espaço elíptico. Num dos lados, apresentam-se algumas das hipóteses sobre a relação entre espaço e poder, cruzando as linhas temporais em elipses virtuais, e, no outro lado, expõem-se as fotografias de Paulo Catrica dos vários espaços da Assembleia da República que muitas vezes permanecem ocultos, revelando-nos, simultaneamente, o edifício institucional e o espaço comum de trabalho e debate.

Susana Ventura in www.archdaily.com.br


Axonometria esquemática do suporte expositivo



Fotografia de maqueta

18/04/2018

CASA BICA DEBAIXO

FOTOGRAFIA DE OBRA
CASA DA BICA DEBAIXO

 Fotografias de Luisa Bebiano


10/04/2018

AAF

ASSOCIAÇÃO ANTÓNIO FRAGOSO
Work in progress


Fotografia de Levantamento de João Miranda

Fotografia de Levantamento de Mário Carvalhal

31/03/2018

ARQUÉTIPO

ARQUÉTIPO
A máquina que faz o mundo à nossa medida
Filmada por Filmadoria (João Filipe Silva e Joana Gouveia Alves)

 Fotografias de Luisa Bebiano

29/03/2018

CASA DA BICA DEBAIXO

FOTOGRAFIAS DE OBRA
Fotografias de Luisa Bebiano

23/03/2018

NEW OFFICE

FOTOGRAFIA DE OBRA
NOVO ESCRITÓRIO EM CONSTRUÇÃO

Fotografia de Luisa Bebiano

21/03/2018

CASA DA BICA DEBAIXO

FOTOGRAFIA DE OBRA
CASA DA BICA DEBAIXO

Fotografia de Luisa Bebiano

16/03/2018

PUBLICAÇÃO

PORTUGUESE CONTEMPORARY WINE ARCHITECTURE
Adega para a Herdade da Torre de Palma
Arquitectura: João Mendes Ribeiro e Luisa Bebiano
Edição: Uzina Books

23/02/2018

CASA DA ARQUITECTURA

JORNAL PÚBLICO
17 de Fevereiro, p.24
"A casa da democracia e o circo do poder"


08/02/2018

CASA DA BICA DEBAIXO

FOTOGRAFIA DE OBRA
CASA DA BICA DEBAIXO



Fotografias de Luisa Bebiano

30/01/2018